Projetos de Extensão

A integração do ensino de graduação na UNICAMP com atividades de extensão são formalizadas na instituição por meio de convênios, contratos e parcerias, enriquecendo significativamente a vivência dos estudantes na instituição e contribuindo positivamente para o ensino de graduação e a formação profissional.

A FEA conta com um setor de Extensão que atua em duas frentes: Cursos de Extensão e Especialização e Desenvolvimento de Projetos voltados à Extensão Social.

Projetos de Extensão Comunitária

A atuação dos estudantes de graduação ocorre principalmente no Grupo de Extensão Social e Tecnológica da FEA (GESTo). Formado por estudantes e docentes da FEA que desenvolve projetos de extensão universitária junto a comunidades ou grupos sociais com acesso restrito a recursos. Neste contexto busca construir em conjunto conhecimentos que possam proporcionar, aos grupos locais, o empoderamento, a superação das suas limitações tecnológicas e socioeconômicas, e aos participantes, o aprimoramento acadêmico e pessoal. Com reuniões semanais o grupo desenvolve sua atuação por meio de projetos e ações de formação interna e externa.

Projetos de Extensão Industrial

Empresas interessadas em desenvolver projetos com a FEA podem atuar de diferentes maneiras:

  • Participação em aulas: A FEA possui um rol de disciplinas nas quais o contato com as empresas podem ser enriquecedores para a formação dos estudantes.
  • Doação de materiais e equipamentos: Muitas aulas práticas precisam de insumos oriundos da indústria de alimentos. Ajude-nos a manter a qualidade de nossos cursos! Você pode participar via Parceiros da Unicamp (http://www.vrea.unicamp.br/programa_parceiros_unicamp). Fale com a Coordenação do Curso.
  • Viabilização de visitas técnicas: Visitas à empresa com grupos pequenos, com o intuito de se ter uma visão geral do processo e das atividades da empresa. Estratégia pedagógica: iniciar alunos desde o começo do curso com práticas e processos industriais.
  • Desenvolvimento de projetos: Como projeto entende-se uma solução de problema aplicado à realidade da empresa, obtendo-se resultados concretos. Projetos podem ter tempo de execução maior e envolver habilidades específicas e, portanto definir o nível de formação requerido do aluno. Pode ser feito via GEPEA (veja Grupos estudantis) ou parte de um projeto de pesquisa. Estratégia pedagógica: aplicar o conhecimento técnico e teórico que a Universidade oferece a situações reais e apresentar resultados concretos para a empresa.
  • Solução de cases: Como case entende-se uma situação problema (real ou fictícia) ligada à realidade da empresa proponente, mas com tempo de execução relativamente curto. Pode ser feito via desafios criados (contate a Coordenação) ou SEMALIM (veja Grupos estudantis). Estratégia pedagógica: estimular a interação entre os diferentes anos e habilidades.
  • Estágios: de curta ou longa duração. A Comestage (veja Grupos estudantis) pode auzxiliar sua empresa a encontrar o cancidato adequado para a vaga,

Extensão Científica

Ao buscar uma iniciação científica, converse com seu orientador em como pode ser viabilizada a aplicação e o desenvolvimento do seu trabalho diretamente para a Sociedade!